Os sinais de que a era pós PCs está próxima

Deixe um comentário

7 de fevereiro de 2014 por Semio Timeni

Sony vende sua divisão de computação pessoal e o volume de vendas de 2013 caiu para o de quatro anos atrás: 2014 começou mal para as fabricantes de PCs

darwinbday_computers

O mercado de PCs vai de mal a pior. O ano de 2014 começou com notícias muito ruins. A primeira é o anúncio de que a Sony irá vender sua divisão de computadores pessoais.

A segunda, são os números de 2013. No ano passado, as fabricantes de computador viram uma queda de 10% no volume de vendas no mundo todo. Isso coloca o número de vendas no mesmo patamar de 2009.

As previsões para o futuro não são boas. Segundo a IDC, a previsão é de nova queda em 2014. Mais 3,8% de contração nas vendas.

O pico da venda de PCs foi em 2011. Naquele ano, 365 milhões de aparelhos foram vendidos. Apesar do resultado recorde, uma luz se acendia sobre a cabeça das fabricantes de computadores. O ritmo de crescimento era muito inferior ao visto nos anos anteriores.

De 2006 para 2007, o mercado viu um aumento de 13% nas vendas de computadores. De 2010 para 2011, o número se tornou mais tímido: 0,5% de crescimento.

18

Nesse tempo, a indústria usou a criatividade para alcançar melhores resultados. Os netbooks (notebooks portáteis com telas de até 12 polegadas) e os ultrabooks (notebooks muito finos e leves) invadiram o mercado.

Tudo em vão. O resultado dos esforços foram negativos. Desde 2011, os números estão em queda livre. O mau resultado de 2013 é, aparentemente, um dos últimos pregos a serem batidos no caixão do mercado de computadores pessoais.

A China

Dentre as grandes fabricantes, apenas uma tem certo alívio: a Lenovo.

Ela trabalha com foco em mercados emergentes – vendendo aparelhos baratos e de qualidade. Detém a liderança nas vendas de computadores na China há mais de dez anos. Hoje, vende 36,7% dos computadores no gigante asiático, o maior mercado de PCs do mundo.

As outras principais fabricantes agonizam nesse sentido. HP e Dell (segunda e terceiras colocadas nas vendas de PCs) têm os Estados Unidos como principal mercado.

Enquanto a Lenovo viu crescimento de 2,2% nas vendas entre 2012 e 2013, as outras duas maiores caíram. O volume de vendas da HP diminuiu 9,3% e da Dell, 2,2%.

A estratégia da Lenovo tem potencial para funcionar por mais alguns anos. Hoje, 42% das casas chinesas têm um computador, nos EUA esse número já é de 93%.Mais da metade das casas chinesas, portanto, ainda são potenciais compradoras de seu primeiro computador.

Pensando no futuro, a Lenovo começou em 2012 a vender smartphones e tablets. Hoje, ocupa a terceira colocação no mercado de smartphones, perdendo apenas para Samsung e Apple.

Os carrascos

evolution-of-computer

São exatamente os dispositivos móveis os culpados por este cenário. Enquanto a venda de computadores está em queda livre, a de smartphones e tablets vê franca ascensão graças ao aumento de opções e a diminuição dos preços nos últimos anos.

Em 2013, foram vendidos um bilhão de smartphones em todo o mundo. O aumento, em comparação com 2012 foi de 38%. A alta é ainda mais notável quando comparado com as vendas de 2011: houve crescimento de 100% em dois anos.

O aumento no volume de venda de tablets foi ainda maior. Com 217 milhões de dispositivos vendidos, o aumento foi de 50,6% entre 2012 e 2013.

Aos poucos, o mercado de PCs vai tendo seu espaço conquistado pelos tablets. Segundo previsões da IDC, a venda de tablets deve ser maior do que a de computadores em 2015.

No final das contas, a era pós-PC, parece, já chegou. E se ainda não, pode estar bem próxima.

Victor Caputo, da Exame.com

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: