Artigo: o segredo da liberdade

Deixe um comentário

26 de maio de 2013 por Semio Timeni

Businessman Stretching at Desk

Se o título chamou sua atenção, vou contar o segredo logo: empreender! Está interessado no assunto? Então siga-me até o final deste texto!

Como sentir-se mais livre advém do fato de empreender, de montar um negócio? Será que esta sensação de liberdade impacta em outros aspectos da vida, como a felicidade?

Vamos lá. De pronto quero desmistificar algo. Muitas vezes abrir a própria empresa e trabalhar como empreendedor é mais cansativo e estressante – principalmente nos primeiros anos – e nem sempre é garantia de altos ganhos no final do mês.

Por outro lado, várias pesquisas já demostraram que o empreendedor tende a ser mais realizado com seu trabalho do que um profissional empregado. Uma delas, conduzida pela organização americana Pew Foundation, fez um estudo sobre comportamentos e as atitudes naquele país e chegou à interessantes conclusões.

Foi perguntado sobre a satisfação com o trabalho que realiza. No universo pesquisado, as pessoas que empreendem responderam que são significativamente mais satisfeitas com seu trabalho que outros trabalhadores: 39% afirmaram que são completamente satisfeitos com seu trabalho, contra 28% daqueles que trabalham para outros. E a soma das respostas “satisfeitos” e “completamente satisfeitos” dos empreendedores chegou à 95%!

Esta mesma pesquisa quis saber porque o entrevistado trabalhava, com três possibilidades de respostas: porque precisa de dinheiro, porque quer trabalhar ou ambos. Enquanto apenas 19% dos empregados respondeu “porque quer trabalhar”, o percentual dos empreendedores foi muito diferente: 32%!

“E porque você quer trabalhar?”, foi outra pergunta. Respostas como “viver independentemente”, “sentir-se produtivo” e “melhorar a sociedade” foram percentualmente mais escolhidas pelos empreendedores que pelas pessoas empregadas.

Será que a grande satisfação com o trabalho pode impactar em outros aspectos da vida do empreendedor, trazendo mais felicidade e realização? A tendência é que sim, e não é demais informar que a média de ganhos anuais entre os empreendedores e os não empreendedores foi de menos de mil dólares segundo o censo demográfico americano de 2011 – a mais para os empregados! Ou seja, não é a grana que torna os empreendedores mais livres ou mais realizados no trabalho.

A liberdade tem um preço? Ou seria na verdade a falta de liberdade – como a dependência de um salário certo no fim do mês?

Não quero com esse texto dizer que só se sente livre quem empreende! Até porque não é verdade! Ou ainda que todo mundo largue o emprego e vire um empreendedor. Até porque nem todo mundo está a fim de ter o próprio negócio, e tão importante quanto as pessoas empreendedoras são as pessoas que trabalham com elas para fazer a roda girar!

Contudo, se você leu meu artigo até aqui, talvez seja porque você quer se tornar uma pessoa mais livre, e quem sabe com isso, mais feliz? Se sim, então fica o convite: descubra seu lado empreendedor! Nunca permita que o medo do novo impeça sua liberdade, sua felicidade!

O líder espiritual e político indiano Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948), mundialmente conhecido como Mahatma Gandhi, já ensinava: estou firmemente convencido que só se perde a liberdade por culpa da própria fraqueza. Pense nisso! Bom trabalho! Sucesso!

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: